Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma espécie de barómetro de Emprego/desemprego

por correspondente, em 24.04.14

Este meu “sistema de medição” poderá ser falível e, sem dúvida, isso sim, bem demonstrativo de “cheirar a vida alheia”, creio, à moda das senhoras porteiras (oficiais ou não), mas aqui vai ele na mesma: Temos um prédio, nos subúrbios de Lisboa, na Amadora, com cerca de 35 fracções, suponhamos, com uma média de 2 habitantes em cada (estimativa por baixo), seremos 70 pessoas a habitar a “choupana” e, no entanto, o movimento, nas horas de ponta, nos últimos tempos é diminuto. Entre as 6 e as 9 horas da manhã, se saírem mais de 20 ou 30 pessoas, é muito e, de tarde, entre as 18 e as 20 horas, a coisa anda mais ou menos pela mesma.

Enfim, podia tentar contar carneiros em vez de vizinhos e, provavelmente, pelo menos de manhã, não estaria acordado, a “cuscar” o movimento, dos vizinhos na escada e, na rua, o movimento dos carros, para baixo e para cima. Mas a verdade é que, quando nos habituamos a muito “ruido”, quando este abranda estranhamos um pouco. Venha lá o tão anunciado fim da crise para eu poder ter um sono mais descansado!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Mensagens



Objectivo: ”coscuvilhar” assuntos aqui da terrinha e arredores.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Abril 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930


Comentários recentes

  • correspondente

    Os amigos de quatro patas da espécie Canídeos, nes...

  • Filomena Gil

    É certo que não há nada como os animais, sobretudo...

  • correspondente

    Nada contra, claro, desde que não se lembrem de ol...

  • Filomena Gil

    E tem alguma coisa contra os vizinhos de 4 patas? ...

  • correspondente

    Este meu “comentário” é mais uma adenda ao post em...

  • correspondente

    Apenas duas notas acerca desse “zé do telhado”: Es...







Visitas


contador de visitas para blog