Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correspondente no Casal de S. Brás

Objectivo: ”coscuvilhar” assuntos aqui da terrinha e arredores.

Correspondente no Casal de S. Brás

Objectivo: ”coscuvilhar” assuntos aqui da terrinha e arredores.

Hortas Particulares

correspondente, 13.03.14

Aproveitando o mote do último post do meu querido Correspondente no Casal de S.Brás, gostaria de falar de outro tipo de hortas, tão comuns aqui na zona saloia: as hortas nos quintais das casas daqui.

Pois é, nesta zona saloia, casa rústica que se preze, tem afecta a sua horta particular.

A frente destas casas, pode até ter um belo de um relvado ou de um jardim digno de um palácio (apesar de ultimamente já ter visto alguns destes jardins darem origens a hortas), mas nas traseiras, tem, com toda a certeza, uma bela de uma hortinha, com batatas, cebolas, alhos, pimentos, tomates, alfaces…muitas vezes suficientes para abastecer o próprio e a restante família.

Tenho lido que cuidar de um jardim ou mesmo de uma horta, pode ser uma óptima terapia para aliviar o stress.

No que me diz respeito, tenho constatado que apesar de não ter ainda adquirido o jeito para semear, plantar, cuidar, dá-me um enorme prazer ver crescer o que se pôs na terra e colher os seus frutos. E, colher os seus frutos também tem a sua técnica, para não estragarmos logo a planta toda quando queremos colher só uns morangos para uma salada a meio da tarde ou algo do género. E o sabor que estas dádivas da nossa horta têm? E o cheirinho? Nada que se compare com o que se compra por aí.

Na realidade, também dá algum trabalho e nem sempre corre bem, mas compensa muito.

Mas como não quero que os caros leitores fiquem com inveja, nem aí pela cidade, nem por aqui, onde também já há muitos apartamentos, chamo a atenção para um fenómeno cada vez mais divulgado na Internet: hortas verticais.

Este tipo de hortas só requerem uma varanda e suportes que muitas vezes podem ser feitos através da reciclagem do nosso “lixo” doméstico e, pelo que já me apercebi dão óptimos resultados.

É só uma questão dos caros leitores que não têm quintal, explorarem o assunto na Internet e verão que até Workshops sobre o tema, encontram.

Boas Sementeiras!

 

Por: Correspondente no Sobreiro - Mafra

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.