Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Vida de Gato…no Telhado

por correspondente, em 27.01.14

Pois é, em relação ao gatinho da Brandoa que o Correspondente do Casal de São Brás mencionou no seu último post, posso acrescentar algo mais, pois sou detentora de alguns conhecimentos “especiais”.

Esse gatinho foi muito mais esperto do que perceber que a parte feminina desse casal, ansiava por ter por perto um gatinho lindo e meigo. Ao contrário do que o caro Correspondente menciona, o casal não saiu para trabalhar, mas sim para pescar. Ora o tal gatinho viu a cana e pensou: ”Aqui vai haver peixe!” E à noite, lá estava ele à espera do casal e…do peixe. Peixe não houve, mas a jovem desse casal trouxe-lhe um pires com leite e enquanto lho oferecia por um lado do vaso onde ele se escondera, ele esgueirou-se pelo outro lado e meteu-se dentro de casa. Meteu-se dentro de casa, para nunca mais de lá sair…a não ser para o telhado. Sim, porque apesar de também ser um gato citadino, tinha direito a explorar todo um telhado, sem concorrência. Era lá que este gatinho se confrontava com pombos maiores do que ele e fugia e, também, era lá que ele apanhava os seus “presentes” para oferecer aos seus queridos donos, como ratinhos, lagartixas e até uma osga enorme com a qual teve uma luta feroz já dentro de casa, o que obrigou a sua dona a fechar-se no quarto “impressionada”, para aí, durante um hora.

Ah, que vida difícil a deste gato!

 

Por: Correspondente no Sobreiro - Mafra

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mensagens


1 comentário

De correspondente a 27.01.2014 às 15:01

Apenas duas notas acerca desse “zé do telhado”: Essa fera, se tivesse “tirado” previamente informações sobre as aptidões do seu futuro dono para a pescaria, nesse dia, não se tinha dado ao trabalho de subir até ao 4º andar! E, quanto a ser um gatinho meiguinho, tenho certas dúvidas, fundadas em experiências vividas (ou sentidas) na própria pele! O malandro era capaz de aguardar uma eternidade atrás de uma porta e, quando a distraída e inocente visita passava por perto, lá saía, lá detrás, uma ameaçadora garra!!

Comentar post



Objectivo: ”coscuvilhar” assuntos aqui da terrinha e arredores.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Comentários recentes

  • correspondente

    Os amigos de quatro patas da espécie Canídeos, nes...

  • Filomena Gil

    É certo que não há nada como os animais, sobretudo...

  • correspondente

    Nada contra, claro, desde que não se lembrem de ol...

  • Filomena Gil

    E tem alguma coisa contra os vizinhos de 4 patas? ...

  • correspondente

    Este meu “comentário” é mais uma adenda ao post em...

  • correspondente

    Apenas duas notas acerca desse “zé do telhado”: Es...